nível de serviço

Nível de serviço, você avalia esse indicador?

Com as constantes inovações do ambiente competitivo em que se encontra o mercado, a existência de consumidores exigentes, com diferentes necessidades a serem atendidas, faz com que as empresas busquem novas formas de gestão de seus negócios de maneira a garantir a fidelização de seus parceiros e clientes.

Em resposta a esta necessidade, surgem várias alternativas para o panorama frenético da atualidade.

Dentre estas, os serviços têm se mostrado fator vital para a diferenciação de um produto, e a maneira mais eficaz de se agregar serviços encontra-se no planejamento logístico.

O planejamento logístico tem por objetivo contribuir na determinação e elaboração de diretrizes cruciais ao desenvolvimento das atividades logísticas, dentre as quais o nível de serviço oferecido aos clientes.

Escute seu cliente

Os indicadores de níveis de serviço devem ser estabelecidos em conjunto com os clientes, que serão os beneficiados finais. De nada serve a empresa criar um plano de atendimento e rendimento que apenas atenda suas necessidades.

Todo negócio que não visa o cliente se coloca em sério risco pois é o cliente que sustenta a proposta da empresa e dá vida para que as atividades produtivas possam ocorrer.

Se os indicadores que visam os níveis de serviço são determinados com base somente nos interesses da empresa, o cliente, por consequência, acaba sendo deixado em segundo plano.

Dessa forma, o que pode ser bom para a empresa, pode ser péssimo para o cliente.

Não é segredo que ao não obter sucesso em sua parceria com uma empresa, o cliente irá procurar no mercado uma concorrência que melhor se adeque às suas expectativas.

Isso significa que um bom nível de serviço é aquele que concilia lucro para a empresa e benefício ao cliente. Ambos precisam ser beneficiados, pois caso contrário, o negócio se encontrará seriamente abalado e em vias de se desfazer.

Como mensurar a implantação

Os níveis de serviço já fazem parte do dia a dia de empresas de call center e áreas de logística em geral.

No primeiro caso, é visado a determinação de um padrão para estabelecer a qualidade do atendimento e a lucratividade da empresa.

Já no segundo, o foco é determinar como se espera que as entregas sejam realizadas, os prazos, os procedimentos internos e a viabilização da capacidade da empresa para atender a demanda.

Mas engana-se quem pensa que somente essas áreas podem contar com a determinação de nível de serviço.

É simples concluir que toda empresa, diretamente ou indiretamente, presta serviços aos seus clientes. Até mesmo quando o que oferece são produtos.

Para o recebimento de um produto, ainda assim, o cliente precisará passar por um processo de comunicação e solicitação do item de interesse.

Levando-se em conta esse cenário, qualquer negócio pode aderir a essa prática e mensuração. Podem ser empresas novas ou antigas, pequenas ou grandes, desde que tenham uma preocupação em comum: comparar planos com resultados.

Indicadores de nível de serviço podem ajudar nessa mensuração, fazer o acompanhamento diário de métricas que sejam importantes na melhoria do nível de serviço.

Preocupar-se com nível de serviço satisfaz o cliente final

Como falamos a pouco, determinar esses níveis deve ser um trabalho em conjunto com o que é esperado pelo cliente, de modo a garantir sua satisfação.

Quem tem esse diferencial nos dias de hoje tem maiores chances de sucesso, pois atua diretamente no fator de encantamento, fidelização e consequente aumento da receita.

As empresas que somente se preocupam com processos e com seus serviços, esquecem a outra ponta, a ponta principal: aqueles para as quais elas trabalham.

Os clientes atualmente estão muito mais exigentes e minuciosos em suas escolhas. Uma vez que você tenha conquistado os seus, preocupe-se em mantê-los.

Benefícios de acompanhar o nível de serviço

Quem opta por colocar essa mensuração em prática assegura uma série de benefícios. Entre eles, encontram-se:

  • Acompanhando eficiente do que está sendo entregue;
  • Alinhamento com a expectativa do cliente;
  • Controle do negócio;
  • Chance de atuar previamente a partir do momento que um problema é identificado;
  • Maiores chances de retenção;
  • Maiores chances de conquistar clientes de fato satisfeitos;
  • Entre outros.

Com todos esses pontos e reflexões, podemos facilmente chegar a conclusão de que as empresas precisam ter seus negócios muito bem monitorados e mensurados, alinhando seus processos internos para atender aqueles que confiam em suas soluções.

Será esse controle que permitirá o direcionamento das decisões e a fácil percepção da capacidade da empresa frente às suas demandas.

Ajuste seus processos e acompanhe as tendências. Se você ainda não aderiu a essa prática, comece o quanto antes e sinta as mudanças!

A nossa plataforma o AZShip vem ajudando grandes indústrias a melhorarem seu nível de serviço.

E você, quer melhorar também? Clique aqui em baixo

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.