Benefícios e Ferramentas do Lean na Logística

Neste artigo, irei descrever sobre os benefícios e ferramentas do Lean na logística. Por muitos anos o Lean vem se tornando uma filosofia dentro das empresa, se bem aplicada as ferramentas, as chances de melhorias e melhor aproveitamento são de 100%.

Desperdícios combatidos pelo Lean Manufacturing ou Produção Enxuta

Muda, que é a palavra japonesa para desperdício, é:

“qualquer atividade humana que absorve recursos, mas não cria valor para o cliente final”.

(WOMACK et al., 1992)

O desperdício assume muitas formas e pode ser encontrado a qualquer momento e em qualquer lugar. Acima de tudo pode ser encontrado escondido em:

  • políticas;
  • procedimentos;
  • processo de produção;
  • projetos de produtos;
  • e em outros operações.

Um dos princípios fundamentais do pensamento enxuto é reduzir todas as
formas de desperdícios em toda a cadeia de valor. No entanto, segue abaixo os 08 desperdícios combatidos pelo Lean Manufacturing ou Produção Enxuta.

Transporte

Movimento de ferramentas, estoque, equipamentos e produtos além do necessário. Ou seja, ele é um desperdício porque não agrega valor ao cliente.

Estoque

Estoque excessivo significa estar com recursos parados – que podem inclusive estragar. Por exemplo são os estoques de insumos, matérias-primas ou até produtos finais.

Movimentação

É diferente do transporte porque refere-se a pessoas. São exemplos: os movimentos de um funcionário que precisa caminhar entre os setores diariamente para pegar ferramentas ou documentos.

Espera

É criada quando um material, informação, pessoas ou equipamentos não estão prontos para serem utilizados. Por exemplo, funcionários ociosos, documentos aguardando assinatura ou produtos parados por falta de despacho são exemplos desse tipo de desperdício.

Superprodução

É produzir algo antes e/ou em maior quantidade do que o cliente necessita. Ocorre, por exemplo, quando se produz uma quantidade extra de peças, com intuito de suprir aquelas com defeito.

Processamento excessivo

Refere-se a qualquer operação ou processo além do que o cliente necessita. Algumas vezes as empresas acabam aperfeiçoando tantos produtos ou serviços com o intuito de superar as expectativas dos clientes que eles acabam contemplando mais características dos que aquelas exigidas.

Retrabalho

É o desperdício mais fácil de ser visualizado.
Por exemplo, repetir parte da execução de um projeto devido a um mau planejamento inicial, garçom trocar o refrigerante com gelo sendo que o pedido foi sem gelo, chamar o encanador em casa para consertar o reparo que você fez e não surtiu efeito.

Intelectual

Esse desperdício se manifesta quando os colaboradores têm conhecimentos e capacidades que não são devidamente aproveitados pela empresa.
Por exemplo, a discussão da solução de um problema envolvendo somente especialistas e ignorando a opinião dos associados que vivenciam a rotina, um grupo de trabalho que não sugere melhorias no dia a dia.

Os fundamentos do Lean Manufacturing ou Produção Enxuta diferenciam três situações de desperdício nas atividades desenvolvidas ao longo do processo produtivo, que podemos estender para todas as atividades da empresa e também para sua cadeia de suprimentos, pois devem ser incorporadas no desenvolvimento e melhoria das atividades e tarefas produtivas e logísticas.

  • Atividades que não criam valor, mas são exigidas pelo desenvolvimento do produto, ou pelo sistema de produção, e não pode ser eliminada sem uma mudança nos processos. Este tipo de desperdício não pode ser removido imediatamente;
  • Atividades que não criam valor para o cliente e podem ser eliminados
    imediatamente;
  • Atividades que são redundantes em um processo e podem ser removidos imediatamente.

De acordo com a teoria Lean, no topo da lista de desperdícios temos o excesso de inventário. Ou seja, o foco é eliminar qualquer inventário que não seja necessário para apoiar as operações e a necessidade imediata do cliente. O impacto do Lean na logística é significativo.

Ferramentas e Técnicas do Lean

A filosofia 5S

Denominação Conceito Objetivo particular
Português Japonês
Utilização 整理Seiri Separar o necessário do desnecessário Eliminar do espaço de trabalho o que seja inútil
Organização 整頓,Seiton Colocar cada coisa em seu devido lugar Organizar o espaço de trabalho de forma eficaz
Limpeza 清掃, Seisō Limpar e cuidar do ambiente de trabalho Melhorar o nível de limpeza
Padronização 清潔, Seiketsu Criar normas/ “standards” Regras a serem seguidas.
Disciplina 躾, Shitsuke Todos ajudam Incentivar melhoria contínua

JIT (Just in time)

Objetiva-se a fabricação sem ou com mínimo de estoque em processo. Certamente o resultado é um lead time bem curto com uma enorme economia no custo, beneficia a qualidade e também promove motivação dos colaboradores.

Padronização de atividades

Outro objetivo do Lean Manufacturing é a padronização do trabalho. Portanto o intuito é estabelecer métodos claros, específicos e compreendidos, alinhados entre todos os executores.

Troca rápida de ferramentas SMED (Single Minute Exchange of Die

O método SMED tem o objetivo de reduzir o tempo do processo de setup de equipamentos a serem utilizados em determinada produção.
Ou seja, é um conjunto de práticas que diminui o tempo de preparação das máquinas e ferramentas para executar o serviço.

Poka Yoke

Poka Yoke é um termo japonês que significa algo como “à prova de erros“. Em suma, é um sistema que tem a finalidade de prevenir falhas e desenvolver a capacidade de corrigir com agilidade possíveis erros, por meio de ações simples.

Kanban

Kanban significa tabuleiro. Ou seja, é um sistema em que são colados cartões (semelhantes aos famosos post-its) em um quadro.
Hoje, existem vários que simulam digitalmente esse modelo visual, permitindo interação dos vários usuários que compõem a equipe.

Kaizen

Kaizen é outra palavra japonesa. Ou seja, quer dizer melhoria contínua.
Está baseado em duas crenças: tudo sempre pode ser melhorado e pequenas mudanças contínuas geram melhorias no longo prazo.

Mapeamento de fluxo de valor

É um diagrama simples que tem por objetivo mostrar todas as etapas envolvidas nos fluxos de materiais, informações e pessoas necessárias para atender aos clientes, desde o pedido até a entrega. Em outras palavras é uma visão macro, que facilita a identificação de desperdícios e gargalos no processo produtivo.

Conclusão: – Benefícios e ferramentas do Lean na logística.

O Lean Manufacturing ou Produção Enxuta, como também é conhecido no Brasil, está longe de ser uma novidade, mas é um termo que nós provavelmente ouviremos cada vez mais.

Instituir processos, acompanhar e fazer pequenas melhorias diariamente leva sua operação a resultados incríveis. Consequentemente, reduzindo custos, aproveitando melhor seus colaboradores, ajustando falhas e obtendo a satisfação final do seu cliente.

O Lean Manufacturing ou produção enxuta é mais que uma metodologia. Contudo, hoje seus princípios influenciam a forma de pensar e agir dentro de algumas empresas. Portanto os benefícios e ferramentas do Lean na logística é praticamente uma filosofia, pois a mentalidade enxuta que propõe deve ser absorvida pela cultura organizacional da companhia.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.